Publicado em

Espumante para criança? Existe, sim!

Quando não temos ideia de qual presente dar para alguém, a gente logo pensa: vou dar um bom vinho. Mas isso não costuma acontecer quando você está pensando em dar um presente para uma criança, não é mesmo?

Alguém pensou nisso!

A Cereser, em parceria com a Disney, lançou o Spunch, bebida gaseificada com sabor de morango e, claro, sem álcool, com o formato e rolha idênticos aos dos espumantes. As garrafas trazem em seus rótulos personagens Disney como a turma do Mickey, as princesas e Carros.

O lançamento no Brasil gerou bastante polêmica envolvendo pais, defensoria pública e câmaras municipais. A Cereser, contatada neste ano, alegou que o produto saiu das prateleiras dos supermercados brasileiros não por uma ação judicial mas devido ao fim da parceria com a Disney. No entanto, você ainda encontra espumantes infantis com outros personagens como Penélope Charmosa, Batman e Super Homem. Quanto aos espumantes Disney, é possível comprá-los em sites de venda.

Entre os pais, as opiniões se dividem. Uns acham que é um incentivador para o consumo de bebidas alcóolicas, que seria o mesmo que vender cerveja sem álcool para crianças. Já outros, alegam que faz parte da fantasia infantil, e que seus filhos se sentem inseridos no mundo dos adultos, por exemplo, nos momentos de brindes das famílias no final de ano.

No site extra da globo foi feito uma enquete em que a maioria, 59% dos entrevistados, não viam problema e aprovavam o produto.

Nós, do Red, acreditamos que o que as crianças precisam saber é que bebidas alcóolicas são apenas para os adultos e, mesmo quando alcançarem sua maioridade, devem consumi-las com moderação. Já a fantasia, não precisa ter limites.

Publicado em

Brad e Angelina separados? Com quem ficará a vinícola?

Muito se especula sobre o relacionamento do casal mais famoso de Hollywood, Brad Pitt e Angelina Jolie. Revistas de fofocas afirmam que o casal está em crise, vivem em casas separadas há meses e que logo, logo os ainda ressentidos pela separação de Pitt e Aniston comemorarão o fim deste casamento.

As revistas especulam sobre possíveis futuros romances, procuram culpados e palpitam até sobre a guarda dos cinco filhos do casal.

Nós, que entendemos que o cada casal sabe de seus problemas e que, separados ou não os filhos são para sempre, aguardamos mais informações e torcemos para que a vida pessoal não prejudique a incrível vinícola que os dois possuem em Provance, no sul da França.

Em 2012, o casal se uniu com a Família Perrin para assinarem juntos um vinho rosé. Os Perins ficaram responsáveis pela produção do vinho e o casal se encarregou do design da garrafa. O rosé Miraval foi lançado e todo seu estoque de 6 mil garrafas se esgotou em apenas 5 horas.

Avaliada em 117 milhões de reais, a vinícola possui 1.200 acres e uma mansão com 35 quartos.

Vamos torcer para que tudo não passe de especulações e o casal brinde, durante muitos anos ainda, o amor!

Publicado em

Saiba porque o branco não significa pureza nem nos vestidos de noiva, muito menos em sua taça de vinho

Nossa sociedade ocidental costuma relacionar a cor branca com pureza. Desde vestidos de casamentos, que sugerem que as noivas são puras e virgens, até dizer que determinado vinho branco é totalmente puro.

Vinhos brancos puros não existem. Prova disso é que os brancos são divididos em 4 grandes categorias:

  • Vinhos brancos frescos: sem passar por carvalho, leves e revigorantes, porém sem serem doces.
  • Vinhos brancos terrosos: secos, mais encorpados, com característica bastante terrosa.
  • Vinhos brancos aromáticos: caracterizados pelo aroma e sabor intensos e podem ser secos ou meio secos.
  • Vinhos brancos ricos e acarvalhados: meio-secos ou secos, encorpados e com características de carvalho acentuada.

Ah! E o vestido de noiva? Não pense que estou falando que o branco não significa pureza porque as noivas de atualmente não valorizam tanto mais a virgindade. É por uma questão histórica mesmo.

Antigamente, os vestidos de casamento eram como os vinhos; vermelhos, rosas, verdes, e foi a Rainha Victória, em 1840, querendo ser diferente, que escolheu um vestido branco para se casar com o Príncipe Albert. Ela só queria uma cor que não fosse comum em vestidos de noiva e, naquela época, era a branca. Até hoje essa escolha influencia nossa sociedade.

O que o vinho tem a ver com o vestido? Nada! Apenas serve de alerta: Não compre conceitos pré-fabricados. Faça como a Rainha Victória e saia do óbvio experimentando 4 tipos de vinhos brancos NACIONAIS!