Publicado em

Dory, memória e vinho

Um dos filmes mais esperados do ano, Procurando Dory, lançado dia 30 de junho nos cinemas de todo o Brasil, foca na amnésia de uma das personagens mais queridas do filme antecessor, Procurando Nemo.

Dory, a alegre e animada peixinha azul, foi a parceira de Marlin, pai de Nemo, na busca por seu filho. Apesar da grande ajuda na procura, ela também foi um obstáculo devido a sua recorrente perda de memória, fazendo com que Marlin tivesse que recontar e reconecta-la o tempo todo com o foco da aventura.

O objetivo da recente sequência é Dory reencontrar a sua própria família, e os seus companheiros do primeiro filme, claro, irão ajuda-la.

O sucesso da personagem foi tão grande que os amantes de vinhos de todo mundo juntaram em vários memes a famosa frase proferida durante uma forte ressaca “nunca mais vou beber” – que não dura mais do que o próximo final de semana – , com as divertidas perdas de memória de Dory.

O que muitos não sabem é que se a peixinha realmente tivesse o hábito de beber vinho tinto, ela poderia ter reduzido bastante estes esquecimentos que tanto nos matam de rir.

Perico basalto
SC: Pericó Basalto – ótimo vinho tinto para acompanhar massas e carnes

Isto porque pesquisadores de Berlim afirmaram que o resveratrol, antioxidante presente no vinho tinto, pode melhorar a memória.

Para conseguir esses resultados, os participantes da pesquisa tiverem seus cérebros escaneados, passaram por exames de sangue e diversos testes de memória. Metade destes voluntários receberam 200g de resveratrol por dia e a outra metade recebeu um placebo, que não tem nenhum efeito prático. O resultado foi que as  pessoas que consumiram o antioxidante do vinho apresentaram melhores lembranças de curto prazo, além de otimizar as conexões do cérebro com outras áreas responsáveis pela memória.

Para nós, do mundo real, esta é uma ótima notícia. Para o mundo da animação, achamos que Dory é perfeita como é. Vinho? Só se for para beber enquanto a assistimos nesta divertida aventura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *