Publicado em

O Paraná também produz bons vinhos. Você já conhece?

Localizada na Estrada do Saltinho próximo a São José dos Pinhais, Paraná, há 40 km de Curitiba, no entorno da Serra do Mar, a vinícola comprou o desafio de produzir vinhos finos fora das regiões mais conhecidas no Brasil para o cultivo das uvas. A Araucária faz parte de um novo conceito da vitivinicultura brasileira, principalmente pela associação de espaço e tecnologia.

O Red gostou tanto do que viu que irá comercializar todos os surpreendentes vinhos da Araucária, que possui sete variedades de uvas europeias – cinco francesas e duas italianas. A vinícola produz ainda o espumante Poty, da uva Chardonnay, e o tinto Angustifólia, da uva Cabernet Sauvignon.

A vinícola existe a menos de dez anos e já apresenta produtos e personalidade de quem sabe aonde quer chegar, tanto que dois dos seus vinhos já foram condecorados com medalhas, um deles foi o Angustifólia Chardonnay, medalha de prata, e o outro a primeira obra da vinícola, o medalha de ouro o Angustifólia Cabernet Sauvignon, um tinto de cor vibrante e encorpado, com boa guarda. Seu nome é em homenagem à árvore símbolo do Paraná, pinheiro-do-paraná – a Araucária Angustifólia.

Acervo próprio RED BUTECO
Acervo próprio RED BUTECO

A propriedade é sustentável e foi muito bem preparada para o cultivo de uvas e totalmente adaptada à produção de vinhos. Numa área de três hectares (30 mil metros quadrados), mais ou menos a 980 metros de altitude, são cultivadas as uvas francesas Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Pinot Noir e Viognier e as italianas Nebbiolo e Teroldego.

Fica a dica: Fevereiro é naturalmente o mês da colheita da uva e a Araucária faz a tradicional “Festa da Vindima da Vinícola Araucária”, uma festa que é uma verdadeira aula de produção de vinhos, técnicas sobre colheita, além de, é claro, muito vinho para harmonizar com as iguarias típicas que a linda propriedade oferece.

Conheça a linha de produtos da Araucária comercializada pelo Red

Vinho Branco Angustifólia Chardonnay 750ml
Espumante Poty Brut 750ml
Espumante Poty Demi-sec 750ml
Vinho Tinto Angustifólia Cabernet 750ml
Vinho Tinto Angustifólia Merlot 375ml
Vinho Tinto Gralha Azul Merlot 750ml
Vinho Tinto Gralha Cabernet Franc 750ml

Publicado em

Rótulos divertidos: fique de olho neles

Sabe aquele natal em família, com muita fartura e diversos tipos de bebidas para todos os gostos? Foi quando nos foi apresentada a garrafa de espumante com um rótulo alegre e divertido. Isto foi em Minas Gerais e o espumante em questão era do Paraná.

Sim, rótulo divertido. O Red gosta de rótulos divertidos, sempre damos chance para eles. O pensamento é mais ou menos assim: se o produtor teve o cuidado de fazer um rótulo interessante é porque deve ter o mesmo cuidado com a produção da bebida. E na maioria das vezes essa máxima funciona mesmo.

Voltando ao natal, o rótulo foi só um pretexto para um dos sócios do Red degustar o espumante e matar sua curiosidade sobre um vinho produzido no Paraná. A surpresa foi tão boa que na semana seguinte estávamos pousando em Curitiba para conhecer mais sobre a Vinícola Araucária e seus rótulos.

Araucaria Poty Brut

A Vinícola Araucária está localizada no entorno da Serra do Mar, no paralelo 25-Sul, a 950 metros de altitude em plena região metropolitana de Curitiba. E seu nome é em homenagem à árvore mais tradicional do Paraná, a Araucária.

Foi com o espumante Poty Brut, elaborado com o método tradicional (Champenoise) e com uma associação de arte e técnica na seleção rigorosa das uvas e na elaboração do vinho, que a vinícola começou a produzir rótulos modernos e divertidos, em homenagem a um dos maiores artistas plásticos do Brasil, Poty Lazzarotto.

Curiosidade: “Poty Lazzarotto (1924-1998) nasceu e morreu em Curitiba (PR). Formou-se na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, e estudou em Paris, na França, onde conheceu a técnica litográfica. Um de seus materiais de predileção era o concreto aparente, mas trabalhava com madeira, vidro (vitrais), cerâmica e azulejo. Ganhou o 1º Prêmio “Gravadores Brasileiros”, em Genebra, na Suíça”, segundo o site: http://www.vinicolaaraucaria.com.br

Publicado em

Pizzato: Ousadia + Técnica = Precisão

Não é a toa que a Pizzato faz parte do time de vinhos recomendados e comercializados pelo Red Buteco. Já falamos muito sobre a região sul do Brasil ser apropriada para espumantes e vinhos brancos finos, no entanto, o que precisam saber é que a vinícola coleciona vários prêmios nacionais e internacionais.

Um negócio familiar que se difere pelas uvas selecionadas e de vinhedos próprios, com colheita ainda feita a mão e o processo cuidadosamente elaborado. Seus rótulos são assinados e carimbados pelo enólogo Flavio Pizzato, membro da família de origem italiana, proprietária do negócio e responsável por toda a produção e comercialização dos vinhos da marca.

A Vinícola tem duas linhas de produtos, a Pizzato e a Fausto, segundo vinhedo da Pizzato, com uvas de Dr. Fausto de Castro, que fica a 50 km da sede da Pizzato, no Vale dos Vinhedos, cada uma delas com uma variedade de uvas, entre chardonnays, merlots, cabernets sauvignon, tanats e alicantes.

Todos os vinhos da Pizzato e da marca Fausto recebem o selo de origem e qualidade controlada – DOVV (Denominação de Origem Vale dos Vinhedos).

Nos últimos anos, a Pizzato recebeu, entre outros prêmios, destaque no Guia do Vinho 2013/2014, com seis vinhos com média acima dos 90 pontos: Fausto Brut, Pizzato Brut 2012, Pizzato Chardonnay 2012, Pizzato Alicante Bouschet 2005, Concentus Gran Reserva 2007, Pizzato DNA 99 2008. Além disso, outros três rótulos tiveram pontuação 89.

E, ainda, o espumante da Pizzato Brut Rosé é o terceiro melhor vinho brasileiro segundo a seleção 2014 do evento Vinum Brasilis.

Tá esperando o quê para levantar a primeira taça com o vinho Pizzato?

Confira a lista dos produtos comercializados pelo Red Buteco da Pizzato:
Pizzato Chardonnay
Pizzato Fausto Rosé
Pizzato Alicante Bouschet
Pizzato Merlot

Publicado em

Uma boa surpresa que iria mudar as nossas vidas

O Red Buteco te desafia a fazer o teste às cegas com alguns vinhos tinto da Pizzato (comece pelo Alicante Bouschet, ou DNA 99, Concentus ou o premiadíssimo Merlot) e depois nos conte se é ou não é possível ter excelentes vinhos tintos no Brasil.

Em 2012 fizemos nossa primeira viagem ao Vale dos Vinhedos. Tudo era novo para nós, principalmente porque conhecíamos vinhos pontuadíssimos do velho e do novo mundo. Mas o frio atípico de menos 2 graus em julho na região naquela época (já que no Brasil não faz mais frio como antes) nos motivou a dar uma canja aos vinhos nacionais.

Mais motivados pela belíssima paisagem e pelo frio do que pelos vinhos nacionais, e cercados de pré-conceitos, começamos a percorrer as vinícolas e, por sorte, a Pizzato foi uma das primeiras a serem visitadas. E foi só dar o primeiro gole que subitamente fomos levados a uma sensação de êxtase. Era como se um novo mundo de possibilidades e sabores entrasse pelos nossos poros e percorresse o nosso corpo, deixando mais do que aromas, álcool e taninos. Nosso sangue ficou blindado pela explosão de sensações, uma mistura entre a surpresa e a vontade de querer mais.

Era só o começo, muita coisa surpreendente aconteceu nessa viagem, mas isso é uma outra história… foi então que passamos a visitar todos os anos o Vale e começamos a idealizar o Red Buteco, um negócio com várias frentes, mas que em todas elas têm como protagonista o vinho nacional.

Acervo próprio RED BUTECO
Acervo próprio RED BUTECO
Acervo próprio RED BUTECO
Acervo próprio RED BUTECO