Nova vinícola: SUZIN – degustação de estréia

Participe da degustação de lançamento dos novos vinhos que chegaram em São Paulo da Vinícola SUZIN – São Joaquim – SC:
Suzin Rosé 2016
Suzin Cabernet Sauvignon 2011
Suzin Merlot 2009
Uma nova seleção de rótulos de alta qualidade feita pelo nosso sócio-sommelier após sua última viagem para a serra catarinense.
 
Valor: R$35 (100% revertido na compra de produtos da Vinícola Suzin)
A degustação ocorrerá entre 18 e 20:30h, com horário livre de chegada.
Compre o seu convite: http://bit.ly/2txwUw0
 
Esta degustação é ideal para quem busca o que há de mais exclusivo no mercado brasileiro de vinhos. Venha fazer a prova com a participação de Marcio Oliveira, representando a Vinícola Suzin.
 
Sobre Marcio Oliveira – WSET3
Mais de 2 décadas de apreciação de vinhos, tendo morado quase 20 anos fora do Brasil em diveros países, visitando e degustando vinhos de vários outros. Formado na Europa pela escola Wine & Spirit Education Trust de Londres, alcançando o Nível 3 do WSET. Retornado ao Brasil a uns 2 anos atrás, concentrando seus esforços em descobrir e catálogar o novo cenário Brasileio de vinicultura. Considerado um experto do Terroir Brasileiro!
Publicado em

Villaggio Bassetti: máxima qualidade em vinhedos de altitude

A encantadora Vinícola Villaggio Bassetti localizada em São Joaquim no estado de Santa Catarina, carrega em sua história tradição, paixão e técnica. A vinícola traz no DNA das famílias Pioli e Bassetti os conhecimentos e as paixões milenares desenvolvidas pelos italianos.

casa-e-vinicola-pioli-pr
Casa e Vinícola Pioli no Paraná. Acervo: Vinícola Villaggio Bassetti

As famílias Pioli e Bassetti se encontram nos arredores de Curitiba, no planalto paranaense, onde Juca Pioli produzia seus vinhos artesanais para deleite da família e encantamento dos netos, que levavam seu sobrenome e o do genro, marido da filha única. É a partir desta história que José Eduardo Pioli Bassetti, engenheiro químico, encontrou em São Joaquim as condições geo-climáticas que considerou necessárias para produzir vinhos de qualidade. O vinho estava no sangue do neto como estava do avô. Só o sonho era maior: produzir o melhor vinho do Brasil em plena altitude.

Os vinhos da Villaggio Bassetti comprovam a máxima: um novo terroir trabalhado com paixão e dedicação pode apresentar, na taça, vinhos encantadores.

Acervo: Villaggio Bassetti
Frio rigoroso no inverno de Santa Catarina. Acervo: Villaggio Bassetti

O clima frio da região retarda e alonga o ciclo das videiras contribuindo para um perfeito amadurecimento das uvas. O solo pedregoso ajuda na rápida drenagem das águas da chuva. O resultado são uvas sadias e ricas em polifenóis e açúcares naturais.

Verão quente e seco. Acervo: Villaggio Bassetti
Verão quente e seco. Acervo: Villaggio Bassetti

O verão é determinante para diferenciar a região escolhida: seco e ameno! Chove pouco entre os meses de janeiro e maio, menos ainda na época da colheita que inicia no final de março e se estende até o início de maio. Apesar de dias quentes, podendo chegar a 29°C, as noites são frescas, com temperaturas que chegam aos 6°C, mesmo em janeiro.

Atualmente são produzidas na vinícola 26.500 garrafas de vinhos por ano, resultado de investimentos ao longo dos últimos 11 anos: os primeiros vinhedos (plantados em 2005) foram 2 hectares de Merlot e 2 hectares de Cabernet Sauvignon, uvas que resultaram no delicioso rótulo Montepioli – carro chefe da vinícola com produção anual de 7mil garrafas.

Em 2006, inicia-se o plantio de Pinot Noir e Sauvignon Blanc, seguramente a uva que encontrou nas altas e frias terras de São Joaquim a sua melhor expressão no Brasil! Assim, rapidamente, José Eduardo Pioli Bassetti tratou de expandir e dedicar seu carinho ao plantio de mais 2 hectares de Sauvignon Blanc nos anos de 2009 e 2010.

A linha Villaggio Bassetti apresenta os seguintes rótulos:

Acervo: Villaggio Bassetti
Acervo: Villaggio Bassetti

Rosé – 5.000 garrafas produzidas anualmente
Sauvignon Blanc – 6.000 garrafas
Montepioli – 7.000 garrafas
Primiero – 1.600 garrafas
Ana Cristina – 3.500 garrafas
Donna Enny – 600 garrafas
Selvaggio – 300 garrafas
Roberto – 2.500 garrafas