Publicado em

Rompendo barreiras: 3 dicas para curtir vinhos

O RED BUTECO DE VINHOS selecionou 3 dicas (praticamente leis para nós do RED) para você apreciar ainda mais o vinho brasileiro, sentir-se mais familiarizado e romper qualquer barreira!

1.Temperatura do vinho: ambiente ou “gelado”?
Dica 1 já é uma polêmica: vinhos tintos na temperatura ambiente: da primavera e na sombra da Europa, fica realmente perfeito! A indicação de temperatura para servir que quase todos os rótulos trazem dizendo se melhor beber a 15, 16, 17… graus o vinho tinto ou 8, 9, 10 o vinho branco seguramente irá deixar a experiência mais prazerosa.

Portanto: balde com AGUA e (no máximo) 1/4 de gelo deixará a sua garrafa na temperatura ideal em questão de poucos minutos. Depois é só aproveitar o momento!

faces rose
RS: Lidio Carraro Rio 2016 Rosé

2. Vinho sem rolha (aquele com tampa de rosca) não deve ser muito bom…
Vamos ao fato: rolha de cortiça serve para manter a garrafa fechada e ainda proporciona o vinho uma certa respiração. Enquanto a tampa de rosca serve para manter a garrafa fechada e livre da oxidação também! A grande diferença é que a rolha de cortiça poderá proporcionar ao vinho mais tempo de guarda enquanto a tampa de rosca já foi feita para vinhos que são feitos para se beber jovens (ou seja, vinhos gostosos, de safras bem recentes, e que estão prontos para beber!).

3. Espumante é ótimo para celebrar, para esbanjar e para festejar!
100% verdade e além disto acrescentamos: ótimo para beber todos os dias com as mais variadas refeições e pratos brasileiros. Pois os espumantes brasileiros, além de ultra reconhecidos mundo afora, são vinhos com boa acidez e com gás carbônico (claro, as borbulhas… perlage!). E acidez com borbulhas significam versatilidade na boca e ótima capacidade de limpeza das papilas gustativas! Experimente espumante brasileiro nos seus jantares da semana e nos conte o quanto combinou!