Publicado em

Clube de vinhos: Brasil x Argentina

Garanta suas garrafas agora mesmo!
CLIQUE AQUI e participe da batalha de Novembro!

Todos os meses o RED BUTECO prepara uma competição exclusiva de garrafas entre um rótulo Brasileiro e um rótulo internacional.

don-guerinogouguenheimNeste mês preparamos para a Batalha de Países: um vinho rosé brasileiro, elaborado com a uva Malbec, com procedência de Alto Feliz – RS, na Serra Gaúcha, a maior e mais tradicional região vinícola do Brasil…
…. E um vinho, também rosé e da uva Malbec, com origem na região de Mendoza – onde encontramos a maior expressão da famosa uva Malbec em todo o mundo!

Queremos desafiar vocês, nossos queridos amigos e clientes, a descobrir e avaliar diferentes produtos, todos com alta qualidade e reconhecidos em seus países ou em todo o mundo.

Receba suas garrafas em casa e não deixe de postar a sua avaliação da batalha em nosso Facebook: www.facebook.com/redbuteco

_____________________________________________________________________

Como adquirir suas garrafas

  1. Através do nosso e-commerce: clique aqui!
  2. Em nossa loja localizada na Rua Mourato Coelho, 1.160 – Vila Madalena – São Paulo

Estoque limitado.

Publicado em

Dica da semana: Você já conhece a uva Gamay?

Dal Pizzol Gamay Beaujolais
RS: Dal Pizzol uva Gamay

Uma das garrafas mais queridas da loja RED BUTECO DE VINHOS brasileiros é da vinícola Dal Pizzol da uva Gamay, produzida no distrito de Farias Lemos, em Bento Gonçalves. É um vinho tinto seco e frutoso, de corpo leve e campeão de vendas e de sorrisos de satisfação tanto entre mulheres como homens que vem à nossa loja.

Recentemente nos foi indicada uma nova garrafa também de Gamay, porém com taninos mais suaves, da Vinícola Capoani, também elaborada no Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul. A equipe RED está ansiosa para conhecer e poder apresentar o novo rótulo a todos seus clientes e amigos.

Abaixo um texto de um dos maiores especialistas em vinho do Brasil – ÁLVARO CÉZAR GALVÃO – que seguramente irá auxiliar você a conhecer mais sobre esta uva francesa que vem fazendo enorme sucesso em nossa loja de vinhos brasileiros em São Paulo.

Os vinhos da região de Beaujolais são ótimos para o clima brasileiro, quente o ano todo

Quem nunca provou um Beaujolais Nouveaux, um vinho que ganhou o mundo em virtude de uma boa cartada de marketing, e que vem melhorando muito em qualidade, precisa faze-lo.

Sempre na terceira quinta-feira do mês de Novembro este vinho é lançado ao mesmo tempo em todo o mundo consumidor, onde se lê e ouve a frase: Le Beaujolais Nouveaux est arrivée!

Mas não só de Nouveau vive a demarcação Beaujolais que tem além desta a, Beaujolais Villages, e os 10 Crus: Fleurie, Morgon, Moulin-à-Vent, Brouilly, Chénas, Côte de Brouilly, Régnié, Chiroubles, Juliénas, Saint-Amour.
Veja http://www.divinoguia.com.br/default.asp?acao=indicar&idmateria=207

Inter Beaujolais, que representa os 2.800 produtores da região, e que iniciou em 2012 um programa para promoção dos Vinhos do Beaujolais no Brasil, mostrando os terroirs distintos da região para os tintos varietais da casta Gamay, e que originam vinhos frutados e moderadamente tânicos, estarão presentes na Expovinis Brasil 2016 com os stands 71/72.

Os vinhos tintos do Beaujolais podem ser classificados por três tipicidades, segundo o próprio Inter Beaujolais, seguindo suas características definidas pelas análises sensoriais.
Os finos e perfumados (Brouilly, Chiroubles, Fleurie, Régnié, Saint-Amour).
Os intensos e generosos (Chénas, Côte de Brouilly, Juliénas, Morgon, Moulin-à-vent).
Os frutados e gastronômicos (Beaujolais branco, Beaujolais rose, Beaujolais tinto, Beaujolais Villages branco, Beaujolais Villages rose, Beaujolais Villages tinto).

Os crus du Beaujolais se degustam no próprio ano de sua safra a partir do dia 15 de Dezembro, mas ficam melhores se dermos à eles um descanso em garrafa de alguns meses, entrando pelo início do ano seguinte à safra, em geral após a Páscoa.
Alguns envelhecem bem, mas em geral é bom não guarda-los por mais de 7 a 10 anos, pois dependerá de cada safra e de cada denominação particular.

Os Beaujolais nouveaux e Beaujolais-Villages nouveaux se apreciam dos 12°C, uma temperatura na qual as definições gustativas e aromáticas são ótimas.

Os Beaujolais e Beaujolais-Villages se degustam, a 13°/14°C, mais refrescados que os Cru Beaujolais, sendo estes degustados ao redor dos 15º C ou pouco mais, a depender de quanto tempo estejam engarrafados, pois se mais “velhinhos”, podemos deixar a temperatura um pouco mais para cima, sem problemas.”

www.divinoguia.com.br

Publicado em

Na quadrilha, o vinho faz par com a pipoca

PE: Rio Sol Brut
PE: Espumante Rio Sol

Pipoca salgada, feita na manteiga, faz ótimo par com um bom espumante. O sabor amanteigado combina com as borbulhas e o frescor do vinho – sugerimos um vinho brasileiro e espumante de Pernambuco, para combinar ainda mais com São João! Se for na hora de trocar os casais, outra boa opção é o Sauvignon Blanc.

Pipocas salgadas, feitas com óleo vegetal, puxam a quadrilha com tintos adocicados.

Aurora Chardonnay
RS: Aurora uva Chardonnay

Já as pipocas doces, que combinam com o a baixa temperatura, faz ótimo caracol com vinhos brancos por conta da perfeita combinação do açúcar caramelizado com as notas amendoadas do vinho.

Publicado em

12/06: Em casal, sozinho ou entre amigos, comemore o dia do amor!

Dia dos namorados. Dia repleto de corações, declarações, paixão. Dia de restaurantes lotados, flores mais caras que jóias e… e… muita gente solteira querendo companhia.

Datas comemorativas têm o lado bonito e especial, mas tem o lado estressante também. Sejam os namorados tensos e preocupados com presentes e programação especial, sejam os solteiros cabisbaixos com vontade de ter alguém especial.

Na ciranda amorosa, como em muitas coisas da vida, a grama do vizinho parece mais verde que a nossa. Solteiros sentem falta de um amor. Comprometidos invejam o mundo de possibilidades. Mesmo que às vezes a chamada “solidão” seja uma realidade repleta de amigos, aventuras e paixões. E o “felizes para sempre”, um vazio repleto de silêncios.

Há duas saídas para fugir do peso do Dia dos Namorados. A primeira, escolhida pelos realistas céticos, é acreditar que tudo é um ato do capitalismo agressivo e nada tem valor. A outra, acreditar que tudo pode ser visto da melhor maneira. A palavra “namorar” vem de estar em amor. Estar em amor é muito maior do que compromissos firmados, romances e certezas.

Podemos ver este dia, do estar em amor, uma oportunidade para nos lembrarmos das pessoas que amamos, que nos fazem bem, que fazem o tempo parar e os problemas se afastarem. Tempo de avaliarmos nossas escolhas, relacionamentos e se só estamos aceitando o que merecemos, afinal, o principal amor é o que temos por nós mesmos.

Então, neste dia 12, levantemos a taça e comemoremos o amor, de todas as suas formas.

Estrada real
MG: Primeira Estrada uva Shiraz

A dois, sugerimos um aconchegante vinho tinto brasileiro de Minas Gerais, encorpado, para aquecer ainda mais os corações.

 

Araucaria Poty Brut
PR: Araucária Espumante Poty Brut

Entre amigos, sugerimos um alegre espumante brasileiro do Paraná, para a comemoração ficar ainda mais divertida.

 

LA Jovem Rose
RS: Luiz Argenta Rosé

Sozinho, um rosé brasileiro mais levinho. Lembre-se: dia dos namorados + bebida podem resultar em ligAÇÕES que você se arrependerá no dia seguinte. (Antes só vinho do que mal acompanhado).

No fim, seja feliz da sua forma, com seus amores, acertos e erros. E se ainda não tiver programação, lembre-se do Sunset Dia dos (COM ou SEM) Namorados Red Buteco de Vinhos brasileiros e venha comemorar com a gente!

Publicado em

5/Jun: Dia Nacional do Vinho – Vamos comemorar!

Em 2009 o senado brasileiro criou o Dia Nacional do Vinho. Antes de atirar pedras e afirmar que outras prioridades deveriam ser aprovadas – guarde as pedras para os outros inúmeros motivos –  esse dia foi criado para reconhecer o crescimento da produção nacional de um vinho gostoso, de qualidade, apreciado e aplaudido por especialistas do mundo todo. A produção de vinho gera mais emprego, melhora a economia, aumenta nosso orgulho do país e é um precioso incentivo para que consumamos mais o que produzimos.

Além da qualidade e prêmios, temos a diversidade. O Brasil produz vinho tinto, branco, rosé e espumantes. Possui ainda mais diversidade dentro de cada um, com os encorpados, os leves, os frescos, os ideais para o dia a dia até os mais requintados. Do sul ao nordeste, o brasileiro cada vez mais produz, consome e admira o vinho nacional.

O Red Buteco de Vinhos além de aplaudir os produtores nacionais e a comemoração do dia, aposta suas fichas e atesta a confiança em sua adega com mais de 70 rótulos, todos produzidos no país.

Venha comemorar este dia com um rótulo brasileiro, garantindo seu vinho pelo site ou conhecendo nossa loja.

 

Publicado em

Qual o segredo da Lidio Carraro?

Conciliar bons vinhos com preço justo não é uma cartilha que o Brasil e, digamos, o mundo do vinho sabe fazer bem. Apesar disso, a Lidio Carraro apostou nesta inequação e, literalmente, vem colhendo bons frutos.

Tanto que o comitê olímpico Rio 2016 já anunciou que a vinícola irá fornecer novamente, como também aconteceu na Copa do Mundo da FIFA 2014, os vinhos e espumantes exclusivos dos jogos, produtos que serão comercializados a partir de fevereiro e que detêm a marca oficial da olimpíada.

A Lidio Carraro também é uma vinícola familiar e de origem italiana, produzida no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. Um dos diferenciais da vinícola é que ela procura não usar barricas de carvalho e elabora seus vinhos com métodos mais naturais possíveis, em busca da exclusiva essência do terroir. Com um pouco mais de quinze anos de existência, a Lidio Carraro já conseguiu grandes feitos e vem representando o Brasil em cenários mundiais.

Se o precursor do negócio é o viticultor Lidio Carraro, uma das suas grandes forças da vinícola é a sua comercialização, e para alcançar mercados no qual muitos gostariam de estar, essa força tem nome e sobrenome, Isabel Carraro, a matriarca da família que não aceita “não” como resposta. Em uma conversa exclusiva com o Red Buteco, no Vale dos Vinhedos, ela contou que vai atrás de todo mundo que considera importante para o seu negócio, sem medo e com a coragem de quem sabe que tem um bom produto para apresentar.

O exemplo dessa persistência é que a vinícola iniciou os contatos com a FIFA em 2011 e, após um rigoroso processo, muita concorrência com os gigantes do mundo do vinho e alguns anos de espera, em 2014 a Lidio Carraro foi a escolhida.

A vinícola já conta com uma grande variedade de marcas, entre elas a própria Lidio Carraro, Grande Vindima, Elos, Coletânea, Da’divas Espumantes, Da’divas Vinhos, Agnus e a linha Faces World Cup. De variedades de uvas como cabernet sauvignon, chardonnay, pinot noir, tannat, merlot, outras foram trazidas pela família, entre elas touriga nacional, tempranillo e nebbiolo. Atualmente, a empresa exporta para 18 países, sendo 16 na Europa, além de Estados Unidos e Canadá.

Publicado em

Não é pelos 4 e tanto do dólar, vá de vinho brasileiro porque é bom em qualquer cotação!

O Red atesta e brinda a essa qualidade!

Sim, o dólar atualmente faz com que a gente olhe mais para os produtos nacionais. No entanto, eles são tão carregados de impostos colocados pelo governo que esse não deve ser seu critério de escolha.

O Red acredita e garante a qualidade do nosso vinho! E esse é o principal motivo, dentre todos que iremos citar: o nosso vinho tem qualidade! O Brasil ainda é novo neste mercado, mas nesse pouco tempo já temos o reconhecimento nacional e internacional que pode ser provado por prêmios, assim como pelo respaldo de críticos de vinho mundo a fora.

A nossa diversidade permite que fabriquemos vinhos brancos, tintos, rosés e espumantes! A nossa tecnologia é de ponta e tudo é feito dentro de muito estudo e criteriosos processos.

Uma outra grande vantagem é que as produções desses vinhos estão próximas de nós, não necessitando viagens longas para chegar à sua mesa. Sendo assim, o risco é menor de se perder a qualidade no trajeto. Pense bem e note todos os requisitos que uma adega precisa para manter a qualidade do vinho em relação à temperatura, luminosidade, umidade e pressão adequadas. Ou seja, quanto mais perto, menos riscos.

Os fundadores do Red, Rodrigo Carvalho, Daniel Rugani e Rafael Savassi, são três jovens adultos que, juntos, já viajaram por quase todo o mundo e experimentaram os mais famosos vinhos do universo. Não à toa, escolheram os nacionais para apostarem suas fichas, pois acreditam e valorizam o que o Brasil tem de melhor.

Faça como nós, não vista a camisa do nosso país apenas na Copa e nas Olimpíadas, lute e proteste contra o que você não concorda, e aplauda, valorize e BRINDE, o que temos de bom!

Publicado em

Dia das mães: vinhos para o amor mais puro do mundo

Dizem que amor puro e incondicional como o de mãe não se explica, se sente.

Assim como saborear um bom vinho brasileiro. Por isso sugerimos os melhores rótulos brasileiros para comemorar esta data junto com a pessoa que mais te ama no mundo.

Para esse tempo que oscila entre calor e frio, sugerimos vinhos brasileiros rosés e tintos.

faces rose
RS: Vinho Rio 2016 Faces Rosé

O vinho oficial da Rio 2016 é uma boa pedida para o almoço do dia das mães. A edição limitada deste Pinot Noir Rosé encanta pela cor, aroma e frescor.

 

Se o almoço, assim como o tempo, pedir um vinho que aqueça este delicioso momento, sugerimos um vinho de Minas Gerais, da Vinícola Luiz Porto – feito em Cordislândia próximo a 3 Corações. Veja algumas sugestões que o RED BUTECO selecionou para você receber em sua casa e celebrar o dia das mães com vinho brasileiro:

Luiz Porto Cabernet Sauvignon
MG: Luiz Porto Cabernet Sauvignon
Dom de Minas Syrah
MG: Luiz Porto Syrah
Publicado em

Brindemos às mães brasileiras: campeãs em amamentação

De acordo com a revista The Lancet, o Brasil é um dos países onde as mães mais amamentam seus filhos. A taxa de aleitamento materno até os 6 meses de idade, como recomendado pela Organização Mundial de Saúde – OMS,  é o dobro das registradas na Inglaterra, Estados Unidos e China.

O leite materno é o alimento mais completo para o bebê, contendo todas as proteínas, vitaminas e água necessários para a evolução completa do neném. Esse hábito é determinante para a saúde e desenvolvimento emocional da criança.

Como nossas mamães são campeãs neste ato de amor – que muitas vezes é doloroso e difícil – acreditamos que o mínimo que podemos fazer é retribuir com vinhos brasileiros como presentes de igual alta qualidade.

Como as mães do Brasil, nossos vinhos nacionais também são aplaudidos e apreciados mundo afora. Por isso, recomendamos nossos melhores rótulos brasileiros para presentear nossas guerreiras e melhores amigas.

Seja tinto, branco, rosé ou espumante. Seja loira, morena, grisalha ou ruiva. O importante é que a forma de amor, engarrafada ou não, seja vivida com plenitude, qualidade e gratidão.

Lembrem-se: não consumir bebida alcoólica durante a gravidez e a amamentação.

Publicado em

Dia das mães: dê mais do que presentes, compartilhe momentos

Nós, do RED, sugerimos que mais do que presentear sua mãe com um vinho brasileiro de qualidade, você aproveite para degusta-lo junto com ela. Os segredos de dentro da garrafa irá surpreender, assim como os momentos em família.

Não mande cartão, vá até ela e comemore juntinhos esse dia tão especial. Como celebração combina com espumante brasileiro, sugerimos que as borbulhas façam parte da festa.

Para esta data especial, e que ela seja sempre lembrada, indicamos o espumante Poty Lazzarotto Demi Sec da vinícola Araucária do estado do Paraná.

Esqueça o celular e outros compromissos. Aproveite este momento por inteiro.

Araucaria Poty Demi Sec
PR: Espumante Poty – Demi Sec