Publicado em

Rompendo barreiras: 3 dicas para curtir vinhos

O RED BUTECO DE VINHOS selecionou 3 dicas (praticamente leis para nós do RED) para você apreciar ainda mais o vinho brasileiro, sentir-se mais familiarizado e romper qualquer barreira!

1.Temperatura do vinho: ambiente ou “gelado”?
Dica 1 já é uma polêmica: vinhos tintos na temperatura ambiente: da primavera e na sombra da Europa, fica realmente perfeito! A indicação de temperatura para servir que quase todos os rótulos trazem dizendo se melhor beber a 15, 16, 17… graus o vinho tinto ou 8, 9, 10 o vinho branco seguramente irá deixar a experiência mais prazerosa.

Portanto: balde com AGUA e (no máximo) 1/4 de gelo deixará a sua garrafa na temperatura ideal em questão de poucos minutos. Depois é só aproveitar o momento!

faces rose
RS: Lidio Carraro Rio 2016 Rosé

2. Vinho sem rolha (aquele com tampa de rosca) não deve ser muito bom…
Vamos ao fato: rolha de cortiça serve para manter a garrafa fechada e ainda proporciona o vinho uma certa respiração. Enquanto a tampa de rosca serve para manter a garrafa fechada e livre da oxidação também! A grande diferença é que a rolha de cortiça poderá proporcionar ao vinho mais tempo de guarda enquanto a tampa de rosca já foi feita para vinhos que são feitos para se beber jovens (ou seja, vinhos gostosos, de safras bem recentes, e que estão prontos para beber!).

3. Espumante é ótimo para celebrar, para esbanjar e para festejar!
100% verdade e além disto acrescentamos: ótimo para beber todos os dias com as mais variadas refeições e pratos brasileiros. Pois os espumantes brasileiros, além de ultra reconhecidos mundo afora, são vinhos com boa acidez e com gás carbônico (claro, as borbulhas… perlage!). E acidez com borbulhas significam versatilidade na boca e ótima capacidade de limpeza das papilas gustativas! Experimente espumante brasileiro nos seus jantares da semana e nos conte o quanto combinou!

Publicado em

Por que o brasileiro não toma o próprio vinho?

Ando me indagando muito a respeito do fato do Brasil ganhar tantos prêmios internacionais atestando a qualidade dos seus vinhos e, mesmo assim, os brasileiros o consumirem tão pouco.

Para buscar respostas, resolvi analisar 4 variáveis: hábito, região, clima e qualidade.

HABITO: Em minhas pesquisas, e também mesmo sem estatísticas profissionais, observei que não temos o hábito de beber tanto vinho. Outras bebidas fazem muito mais parte das mesas dos brasileiros, basta observar.

Rio Sol Reserva Tinto
Vinícola portuguesa, produção em Pernambuco – R$ 60,00

A média per capita nacional de consumo de vinho é de 2 litros por ano. Se analisarmos separadamente, esta média aumenta e muito. Como no Rio Grande do Sul que, em média, 9 litros de vinho são consumidos por pessoa/ano. E na Serra Gaúcha, tradicional produtora de vinhos, a média sobe para 25 litros por pessoa.

REGIÃO: Pode se pensar que onde se produz vinho, se consome mais. Só que poucos sabem que o Brasil produz vinhos no Sul de Minas, em Goiás, nos interiores de São Paulo e Santa Catarina, no Paraná e no Nordeste. Sim! No Nordeste!!! Na divisa de Bahia e Pernambuco!

CLIMA: Mesmo assim, é fato que a média muda por região. Seria o clima? Também não me convenceu muito. Pensamos em sul do país e nos vem imagem de frio, mas também se faz temperaturas altíssimas por lá. Ontem mesmo a previsão para o RS era máxima de 37 graus!!

Além disso, os espumantes são ótimas opções para tempos quentes.

Cave Geisse Terroir Rose Brut
Cave Geisse, a vinícola ícone e mais premiada por sua qualidade – R$ 150,00

QUALIDADE: Falando em espumantes, chega a lógica que menos faz sentido pra mim. Muitas pessoas dizem que como o Champagne não há. Ok. O Champagne é o número 1. No entanto, o espumante brasileiro não fica atrás, como muitos acreditam, e está ganhando cada vez mais destaque pelo mundo. O nosso espumante tornou-se aposta de muitos especialista que ele dividirá o pódio com o primo francês.

Cabral, consultor de vinhos do Pão de Açúcar, afirma que daqui há 30 anos o espumante brasileiro será um dos dois melhores espumantes do mundo, acompanhado pelo Champagne.

Mesmo com prêmios e apostas, há quem continue entortando o nariz. Para entender melhor, fui então analisar a bebida queridinha do Brasil. Não, nem fui na cerveja, fui no café mesmo! O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo, e o segundo maior consumidor da bebida. Só que, de acordo com matéria do Uol Economia Agronegócio, das 47 milhões de sacas consumidas, só 5 milhões possuem alto padrão de qualidade. A matéria afirma que o Brasil, comprovadamente, aceita baixo padrão e qualidade no café. Na bebida que ele toma todo o santo dia!!!, várias vezes ao dia.

Pizzato Chardonnay
Servido na classe executiva da KLM e exportado para Estados Unidos, Reino Unido e Holanda

É muito comum falarmos – indignados – que produzimos o melhor grão de café, exportamos, e depois não conseguimos pagar pelo nosso próprio produto!

Mas então pera aí. Produzimos uns dos melhores cafés, os exportamos e consumimos os piores. E tudo bem. Mas os vinhos que produzimos, exportamos, ganham prêmios, são servidos em eventos no mundo todo, a gente vira o nariz? Quando a qualidade é atestada no Brasil e no exterior, a gente, mesmo assim, quer o que vem de fora?

É… continuei sem entender quem torce o nariz antes de conhecer. Só que durante o tempo que escrevo esse texto, as vendas dos vinhos brasileiros aumentam. Inclusive a sua produção. Se bobear, já estou defasada em relação ás estatísticas. Cada vez mais o brasileiro está tendo o hábito do espumante em praias e clubes, por exemplo. Aos poucos, as pessoas vão conhecendo nossos tintos, brancos e rosés, sim!, produzimos, também, os três, além dos famosos espumantes!!!

E se você ainda não se convenceu, venha conversar com a gente em nossa loja e gastrobar a partir do dia 27/04/2016, e entender porque apostamos fichas e sonhos no nosso vinho nacional!

Se está com pressa, a nossa loja virtual está á sua disposição. Preços justos e entrega rápida!

Publicado em

O amor é espumante, tinto, branco e rosé

Não importa se vocês são do tipo gandaieiros, que não dispensam uma balada mesmo em casal. Ou se já nasceram no corpo de 90 anos, que querem só sossego dentro do conforto do lar. Não interessa se são um casal de moças, moços, moça e moço. Jovens senhores, senhoras, senhor e senhora. Se estão em lua de mel ou no meio de uma turbulência.

Não importa se tem dois dias de namoro, duas décadas, 60 anos. Tanto faz se é escondido, escancarado, tímido ou exagerado.

Se há amor, ele deve ser comemorado.

Dia 12, dia 26, dia 31! O amor é espumante, tinto, branco e rosé. Não tem jeito certo, nem dia certo. O importante é vivê-lo e saboreá-lo.

Nós, do Red Buteco de Vinhos, desejamos a todos um excelente dia dos namorados <3

Araucaria Poty Brut
PR: Araucária Poty Brut
Luiz Porto Cabernet Sauvignon
MG: Luiz Porto uva Cabernet Sauvignon
Guaspari Rose
SP: Guaspari uva Shiraz Rose
Sanjo Nubio Sauvignon Blanc
SC: Sanjo uva Sauvignon Blanc

 

Publicado em

Dia Nacional do Vinho: O tinto brasileiro é mais saudável

Muitas vezes falamos os benefícios que o hábito de se beber vinho tinto traz para saúde. O resveratrol, o oxidante natural presente nos vinhos tintos, é responsável por auxiliar nossa memória, melhorar o desempenho físico, prevenir a perda auditiva e – a notícia mais comemorada de que – uma taça equivale a uma hora de academia.

No entanto, poucos sabem que o vinho tinto brasileiro é ainda mais saudável que os demais. Foi comprovado que os vinhos brasileiros produzidos na Serra Gaúcha ocupam o segundo lugar no mundo em quantidade de resveratrol. A uva Merlot, bastante cultivada no sul do Brasil, apresenta maior teor do oxidante. Não bastam todos os motivos de se beber vinho, agora temos mais motivos ainda de se beber o vinho nacional que, além de fazer bem para saúde, vai te surpreender no delicioso sabor.

Outras castas que apresentam alto teor de substância é a Tannat e Cabernet Sauvingnon.

Para comemorar essa notícia, cuidando da sua saúde com prazer, selecionamos os mais deliciosos tintos nacionais. Aproveite o friozinho gostoso e venha comprar em nossa loja.

Terragnolo Merlot
RS: Terragnolo uva Merlot
Araucaria Angustifolia Merlot 375
PR: Araucária uva Merlot
Pizzato merlot
RS: Pizzato uva Merlot
Publicado em

Grande Prova de Vinhos Brasileiros – RJ / SP

Para todos aqueles que já curtem e para todos que querem conhecer ótimos rótulos brasileiros, ocorrerá no Rio de Janeiro a Grande Prova Vinhos do Brasil 2016 – no charmosíssimo hotel Vila Galé na Lapa.

Se você estiver em São Paulo, ou já com programação agendada para participar da EXPOVINIS 2016, os rótulos vencedores serão apresentados no evento de JUNHO que ocorre no Expo Center Norte na capital paulista!

Abaixo todas as informações sobre o evento.

“O Grupo BACO Multimídia em parceria com o IBRAVIN (Instituto Brasileiro do Vinho) e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da SEAPI (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação), deu inicio ao convite para que todas as vinícolas brasileiras participem da GRANDE PROVA VINHOS DO BRASIL (GPVB), que mais uma vez pretende trazer ao mercado a diversidade e qualidade do vinho brasileiro. A participação é gratuita.
A prova acontecerá entre os dias 6 e 9 de Junho de 2016, no hotel Vila Galé, no Rio de Janeiro. O resultado fará parte da edição 2016 do já consagrado ANUÁRIO VINHOS DO BRASIL.

CATEGORIAS

Este ano também teremos duas novas categorias: SUCO DE UVA INTEGRAL e VINHOS SUPER PREMIUM.

CATEGORIAS:
1. Espumante Brut branco.
2. Espumante Brut rosé.
3. Espumante extra-brut, nature branco.
4. Espumante extra-brut, nature rosé.
5. Espumante prosecco/glera.
6. Espumante moscatel branco.
7. Espumante demi-sec, branco.
8. Espumante moscatel e demi-sec rosé.
9. Branco Chardonnay.
10. Branco Sauvignon Blanc.
11. Branco Gewurztraminer.
12. Branco Riesling.
13. Branco Moscato.
14. Branco de outras castas e cortes brancos.
15. Tinto Cabernet Sauvignon.
16. Tinto Merlot.
17. Tinto Tannat.
18. Tinto Pinot Noir.
19. Tinto Cabernet Franc.
20. Tinto Marselan.
21. Tinto de outras castas.
22. Cortes tintos.
23. Rosés.
24. Doces e Fortificados.
25. Vinhos Super Premium, com preço a partir de R$ 100,00 no varejo.
26. Suco de uva integral.

OBS: todos os vinhos que tiverem preço até R$ 39,99 no varejo também concorrerão na categoria BEST BUY.” (www.riowineandfoodfestival.com.br/prova-brasil)

MAIS INFORMAÇÕES:
Sobre a GRANDE PROVA favor contatar:
Fones: (21) 99735-8488
E-mail: grandeprova@revistabaco.com.br

Publicado em

Workshop sobre vinho tinto Brasileiro

A revista Adega, em parceria com a Livraria Cultura e Ibravin convidam para o Workshop sobre o vinho tinto brasileiro. Haverá degustação gratuita no local de vinhos que foram destaque no Guia Adega Vinhos do Brasil 2105/2016.

Uma grande oportunidade para conhecer mais sobre o vinho nacional, aprimorar conhecimentos e provar grandes rótulos. A degustação será comandada por Eduardo Milan (degustador e editor de vinhos da Revista ADEGA). Vai perder?

O workshop acontecerá no dia 03 de março, às 20 horas Auditório da Livraria Cultura, no Shopping Villa Lobos.

Serviço
Workshop sobre vinho tinho Brasileiro
Dia: 03 de março
Horário: 20:00
Local: Auditório da Livraria Cultura no Shopping Villa Lobos – Av. das Nações Unidas, 4777 – São Paulo – SP
A inscrição é gratuita, mas obrigatória.
Link para inscrição – https://docs.google.com/forms/d/17RmkhJ7Hb3j98-mnMz8iyEx51gKCAAZbSns18pd3U2U/viewform