Degustação de queijos e vinhos mineiros

Dia 14 de novembro, a partir das 19h, o RED Buteco estará aberto para receber seus clientes e amigos!

Neste dia teremos a degustação de rótulos da Vinícola mineira Luiz Porto, juntamente com queijos selecionados de Minas Gerais. Garanta seu convite antecipadamente!

Rótulos degustados (será servido aproximadamente 90 ml por convidado de cada rótulo)

  • Luiz Porto Don de Minas uva Syrah
  • Luiz Porto Don de Minas uva Cabernet Franc

Queijos selecionados: Reblochon, Saint Paulin, Parmesão e Camembert

Clique aqui e garanta sua reserva: http://redbuteco.com.br/produto/degustacao-queijos-vinhos-mg/

Publicado em

Luiz Porto Vinhos de Minas Gerais

A vinícola Luiz Porto Vinhos Finos encontra-se dentro da Fazenda do Porto, propriedade localizada no município de Cordislândia, MG, e fundada em 1980. Especializada na produção de diversas culturas, principalmente café, leite e cavalos, há cerca de 10 anos a família Porto decidiu transformar sua paixão por vinhos em negócio e passou a investir no cultivo de uvas de excelente qualidade.

Entre as castas cultivadas em 15 hectares na bela fazenda se destacam a Syrah, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Chardonnay. A produção se divide em 2 linhas: Dom de Minas – vinhos jovens que surpreendem por sua originalidade e são ótimos acompanhamento para a culinária mineira e a linha Luiz Porto – vinhos elegantes que compõem a linha premium da vinícola.

Técnica de plantio inovadora

Assim como existem os vinhos de altitude na Serra Catarinense, em Minas temos os vinhos de inverno, através do processo chamado CICLO INVERTIDO (Clique aqui para saber mais.)

Divulgação Luiz Porto
Divulgação Luiz Porto

Neste processo, as uvas são colhidas no inverno e não no verão como acontece em todo mundo. O processo foi desenvolvido por Murilo Albuquerque que não por acaso está ligado a três novas vinícolas mineiras.

As uvas que brotam naturalmente na primavera e se desenvolvem no verão tem seus cachos já formados entre os meses de janeiro e fevereiro quando é feita a poda das videiras, derrubando todas as frutas ainda verdes.

A planta então faz um esforço e, novamente, brotam os cachos que assim crescem durante o outono favorecidos pelo clima ensolarado com dias quentes. Com isso as uvas ficam maduras no início do inverno quando é feito a colheita com o fruto equilibrado em termos de acidez e açúcar para fazer um vinho de qualidade.

Para garantir a brotação outonal dos ciclos é utilizado o Dormex, que estimula o processo. Ao longo de todo o processo de crescimento das uvas, é preciso proteger as uvas maduras e suculentas do ataque dos pássaros.

Não deixe de visitar a vinícola num agradável passeio de final de semana no interior de Minas Gerais – mais informações, clique aqui!

Publicado em

Sexta-feira da paixão: Carne, não! Vinho, sim!

Sexta-feira da paixão é um feriado importante, dia da morte de Cristo. Por isso, para os cristãos, é um dia de penitências, como jejum e abstinência dos prazeres mundanos. Por esse motivo, as pessoas optam por não comerem carne e a data se tornou o dia do almoço de Bacalhau!

Aí vem a pergunta: E peixe não é carne? Essa tradição proíbe comer animais de sangue quente, como aves e mamíferos. O peixe é um animal de sangue frio. Ou seja, o Bacalhau poderia ser substituído por qualquer outro peixe, mas, no Brasil, no sudeste principalmente, ele virou protagonista nas mesas da sexta-feira da paixão.

Nós adoramos essa tradição pelo Bacalhau que possibilita ser acompanhado por vinhos brancos ou tintos.

Dica: Um bacalhau desfiado, acompanhado de creme de leite e cenoura, harmoniza bem com vinho branco. Já o bacalhau dourado no azeite, com batatas, alho, cebolas e azeitonas, combina mais com vinhos tintos.

Dom de Minas Sauvignon Blanc
MG: Dom de Minas uva Sauvignon Blanc
Araucaria Angustifolia Chardonnay
PR: Araucaria uva Chardonnay
Hood Pinot Noir
RS: Vinhedos Hood uva Pinot Noir
Pizzato Egiodola
RS: Vinícola Pizzato uva Egiodola

Acreditamos que o conceito de penitência deva ficar no passado. A sexta-feira santa é uma oportunidade para as famílias se reunirem, refletirem, valorizarem o amor e a bondade – tudo que Cristo tanto defendeu e difundiu. Por isso, nós do RED, desejamos uma boa sexta-feira da paixão, com muitas reflexões, bons vinhos brasileiros e, mais do que isso, atitudes do bem!